segunda-feira, 21 de março de 2011

O parque infantil da Carrasqueira, e a importância que a Srª Presidente dá ao seu programa eleitoral

Já tínhamos pensado nisso, mas o "Mais Comporta"  (http://maiscomporta.blogspot.com/2011/02/nao-podemos-ficar-calados.html) conseguiu dizê-lo muito bem.

O parque infantil da Carrasqueira foi avante (camarada, avante)... Até porque é a Carrasqueira que dá votos, e como tal não poderia ficar sem O parque infantil... Mas não é sobre isso que estamos aqui para "falar". O parque infantil foi construído, pela Junta, e como quase tudo o que é feito pela Junta (o pouco que é) foi MAL feito. Tal como o colega bloguista chama a atenção, não cumpre as regras de segurança.

Qualquer pessoa minimamente informada, deve saber que um parque infantil já não pode ser em areia. Como o Mais Comporta refere, e com todo o mérito e preocupação de um comportense, a LEI não o permite... Mas como a lei SÓ é de 1997, pode ser que a Srª Presidente AINDA não a tenha consultado.
Enfim, é o que temos... E com o pouco que temos, é claro que nunca podemos esperar muito... Mas para fazer figuras destas, mais valia deixar-se estar sossegada... Mas isto somos só nós a opinar!

Opinamos porque lemos agora a Acta da Reunião de Assembleia Municipal que (infelizmente para alguns) se pode consultar através de http://www.cm-alcacerdosal.pt/PT/Autarquias/AssembleiaMunicipal/Documents/ACTA%2006_25%20E%2028Setembro2010.pdf.
Infelizmente, podemos ler o seguinte:
"O Vereador Gabriel Geraldo revelou preocupação relativamente à questão dos equipamentos desportivos, pelo que informou a população da Freguesia que foi estabelecido um protocolo de transferência de competências com a Junta.
Procedeu à leitura do art. 3º do documento referido: “É cometida à Freguesia da Comporta a responsabilidade de providenciar na regular manutenção dos seguintes equipamentos municipais, nos termos que a seguir se indicam:
a) Parques Infantis (não incluídos nos estabelecimentos escolares) – Manutenção, reparação e limpeza dos parques infantis existentes, ou a criar, na freguesia;
b) Espaços Verdes – Manutenção das zonas verdes existentes, ou a criar, na área da freguesia;
c) Balneários, Sanitários e Lavadoiros – Gestão, manutenção e limpeza dos balneários, sanitários e lavadouros públicos existentes na freguesia;
d) Áreas destinadas à prática desportiva e ao lazer – Providenciar a regular manutenção dos equipamentos desportivos, bem como das respectivas áreas de apoio (balneários e etc)”.
Foi com desagrado que constatou que os equipamentos se encontram abandonados.
A Vereadora Isabel Vicente acrescentou, sobre o parque infantil da Carrasqueira, que a Presidente da Junta de Freguesia da Comporta colocou a questão ao Executivo, no sentido de colaborem na execução de um projecto paisagístico para o espaço disponível para o efeito. Apresentou o projecto elaborado."

"Voltou a intervir a Presidente da Junta de Freguesia da Comporta, Maria José
Martins, que agradeceu aquilo que disse o Presidente da Câmara sobre o cuidado
a terem na manutenção e dos custos que puderam vir a ter, mas vão tentar fazer o
melhor possível."

Podemos então constatar que a Junta é responsável pela manutenção dos espaços, manutenção essa que não faz, justificando que não tem verba. Podemos constatar que há verba para fazer uma obra, já com um projecto, e mesmo assim consegue fazê-la mal. E depois fica ali com mais um "mamarracho" que possivelmente também não vai ter verba para manter.

Vai fazer a manutenção o melhor que pode, mas se for igual à que tem sido feita no parque da Comporta e nos equipamentos que a Comporta tem... Vai deixar muito a desejar... Respondeu ela ao Sr Vereador "a Junta só poderá fazer as manutenções de pequena dimensão, em tudo, não é só na área do desporto. A Junta de Freguesia não tem competência, nem capacidade de resposta para grandes obras, ou grandes reparações, isso é que está no protocolo."

Não tem competência, mas quer fazer o quer não lhe compete ,e ainda por cima  o faz de forma incompetente...... E o pior é que o que lhe compete fica para fazer...















Imagem retirada do blog "mais comporta"

15 comentários:

PM disse...

Ó Pina é o caos.

“Caos”

O país está nesta situação
Mas a culpa não é nossa
Alguém fez asneira grossa
Algo aconteceu no Japão

O voo de uma borboleta
Como na teoria do caos
Origina momentos maus
No outro lado do planeta

Então as culpadas são elas
Batem as asas e sem saber
Põe-nos deste lado a sofrer

Digam às criaturas singelas
Que se abstenham-se de voar
Para aqui se poder descansar.

PM disse...

“Voa Maria voa”

Vento que sopra nas asas
Colocou a Maria a voar
Vendaval não pode parar
Em Bruges há-de aterrar

Estava muito produzida
Segura com Júlia a falar
E tudo ela soube explicar
Nosso apoio é pr’a ficar

Vejam o vídeo na rede
Se não querem acreditar
Neste exemplo sem par

Voa nas asas do vento voa
E não se cansem de ajudar
Sonho assim não pode parar.


http://takeustobruges.blogs.sapo.pt/

http://sic.sapo.pt/proj_queridajulia/Scripts/videoPlayer.aspx?videoId={B0C9642E-CECC-4E34-9EBA-3647D34DABA4}

PM disse...

Ó Pina vai uma laranja?

“Rosa laranja”

Um governo de salvação
Já não nos poderá salvar
Malta quer-se endividar
Para comprar um carrão

Tem de haver fumo negro
Para o poder haver branco
No dia D pedes ao banco
No X ao pagar vês-te grego

Vou é pr’a boy do centrão
Pr’a conseguir subir na vida
Tenho cartão rosa numa mão

Se estes entrarem em descida
Cartão laranja entra em acção
Terei uma ascensão merecida.

PM disse...

Ó Pina vai uma laranja?

“Rosa laranja”

Um governo de salvação
Já não nos poderá salvar
Malta quer-se endividar
Para comprar um carrão

Tem de haver fumo negro
Para o poder haver branco
No dia D pedes ao banco
No X ao pagar vês-te grego

Vou é pr’a boy do centrão
Pr’a conseguir subir na vida
Tenho cartão rosa numa mão

Se estes entrarem em descida
Cartão laranja entra em acção
Terei uma ascensão merecida.

PM disse...

Ó Pina em tempo de guerra não se limpam lenços.

“Lenços de sangue”

Há na guerra quem chore
Também quem venda lenços
Já por lá vi vender pensos
Os vendedores são imensos

Vender esperança é que não
Querem a vida e a morte
Brincam com a nossa sorte
Impera a lei do mais forte

Com suor, lágrimas e sangue
E carne picada para canhão
Vão tornando o império grande

Nas suas mansões douradas
Primem um pequeno botão
As bombas já foram lançadas.

Anónimo disse...

Comentado a 24-03-2011 23:35
por Adelaide Costa de Lisboa

Sugiro a estes politicos que abandonem a cena politica portuguesa de uma vez por todas. Que aproveitem o que de "bom" este governo deixa a Portugal: os casamentos gay , o aborto, e a mudança de sexo e de nome. E que se casem uns com os outros. o Assis com o Lacão, o Geronimo com o Paulo Portas, Pedro Silva com o Louça, O Cavaco com o Geronimo, etc ...

http://sic.sapo.pt/online/noticias/pais/Executivo+assume+ja+a+sua+condicao+de+gestao.htm

PM disse...

Ó Pina vai um golinho?

“Aguardente de medronho”

Portugal vai ser resgatado
São pr’aí 80 mil milhões
Isto é como o euromilhões
O país vai ser remodelado

Pelo remodelador ansiamos
Ele que já tem voz activa
Prometeu-nos 25% de IVA
Felizes, à cabeça pagamos

Obrigado pela remodelação
É ver nosso futuro risonho
Com FMI exerço governação

Venha qu’eu não me oponho
E vocês apanhem um pifão
Com aguardente de medronho.

PM disse...

Ó Pina vamos ao pote.

“Corrida de camelos”

Chegou a hora d’ir ao pote
Que está lá na Alemanha
A ver se a malta s’amanha
Vamos de camelo e a trote

Alguns camelos já partiram
E estão bem posicionados
É vê-los muito atarefados
Como os que os seguiram

Nós que pagamos a corrida
Torcemos pl’o seu sucesso
É que por cá está dura a vida

Mas com o ouro desse pote
Viramos o país do avesso
Passos largos deu-nos o mote.

PM disse...

“Folhear a natureza”

O livro, a folha, a floresta
São mil folhas na natureza
Folheias, desfrutas a beleza
Descobres toda a sua pureza

Numa imensa praia deserta
Ou numa savana no coração
Num sonho ou numa emoção
Descobres toda a tua ambição

A sede de com ela entender
Toda a alegria que faz viver
Descobres na folha e no livro

A natureza é imenso arquivo
Existe para que a possas ler
E nunca te canses de aprender.

Anónimo disse...

Ray Brown Trio - Summertime

http://www.youtube.com/watch?v=YuW26BKVJ3U&feature=player_embedded

PM disse...

Ó Pina há esperança na tasca...

“Poesia na tasca”

Portugal tem talento
E hoje venceu a poesia
Há muito que não se via
Um tão belo momento

Afinal não somos rasca
Afinal ainda há esperança
Encheu-me de confiança
Eu que escutava na tasca

Venha mais uma rodada
A transbordar de energia
A malta sai embriagada

Por degustar esta poesia
E afinal não custa nada
Acabar com a anestesia.

Anónimo disse...

iMOBIÁRIA , | 28/03/11 11:10

PAÍS
ARRENDA-SE
VENDE-SE
OU DÁ-SE (SE FICAREM COM A DÍVIDA)

Características:
-BEM SITUADO NA EUROPA
-BOAS VISTAS PARA O MAR
-MUITO SOLARENGO EM QUALQUER ESTAÇÃO DO ANO

SE RESPONDER HOJE, OFERTA DE 2 ILHAS E 9 MILHÕES DE ESCRAVOS

http://economico.sapo.pt/noticias/juros-batem-maximos-em-quase-todos-os-prazos_114498.html

PM disse...

Ó Pina já cheira a esturro.

“O tacho”

Esta política sem ética
De encenação não passa
Possui até imensa graça
Na concretização estética

Seria uma bela comédia
Em tempos de abastança
Agora apertamos a pança
Não passa de uma tragédia

Bons actores possuímos
Nesta peça desgraçada
Em cena já nós os vimos

Com o tacho a transbordar
Mas com o tacho sem nada
Veremos quem se irá safar.

PM disse...

Ó Pina é um inferno.

“Juros infernais”

Banco de Portugal prevê
Este ano recessão maior
Pr’o ano recessão menor
Nos seguintes logo se vê

No boletim de primavera
Alerta-se para a incerteza
Nunca haverá uma certeza
Porque a situação está bera

Eu prevejo grande buraco
Com recessão acentuada
Crescimento muito fraco

E no boletim de inverno
A incerteza virá debitada
Com uns juros do inferno.

PM disse...

Ó Pina a culpa é da criação.

“Em alvoroço”

Dinossauros já não existem
Tão pouco galos do campo
Só por aí vejo muito frango
Com hormonas subsistem

Esganiçam-se pelo poleiro
Os que lá estão, em alvoroço
Os que irão, fazem o esforço
Quem chegará em primeiro?

Criação anda muito agitada
Nesta disputa pl’o galinheiro
Nem deverá ser pelo dinheiro

Bancarrota está confirmada
Ouçam o que diz o caseiro
E elejam um galo matreiro.