sábado, 20 de fevereiro de 2010

"O Mistério da Varredora"

Poucos dias depois das Eleições Autárquicas, houve um comentário no Comporta-Opina, sobre a aquisição de uma Varredora por parte da Junta de Freguesia de Comporta. Ontem dia 19 de Fevereiro, não é que aparece a dita Varredora.
Mesmo sem o orçamento de 2010 aprovado, a Varredora faz testes nas ruas da Comporta.
Embora não discordemos com a necessidade e vantagem de tal objecto, ficam aqui algumas questões:

Onde andou a Varredora, durante quase 3 meses?
Porque não souberam os restantes elementos da Assembleia de Freguesia da sua existência?
Porque só agora aparece, depois da "viabilização" dos órgãos da Freguesia?
E se o orçamento não for aprovado, como irão pagar?
E será que a limpeza, vai ser sempre nas ruas do costume?

Estas e outras perguntas, são mais do que razão, para afirmar que a CDU, só sabe "governar" orgulhosamente só, à revelia de leis e da opinião da maioria dos votantes, pois, porque o PS e BE são e serão durante os próximos 4 anos, as vozes da maioria dos votantes da Freguesia de Comporta.

8 comentários:

Luis disse...

Parece-me que deves estar equivocado, pois só quem será a oposição é o BE!
De resto se ainda tens esperanças nesses parvalhocos do PS desilude-te... quem pode ser a oposição?
Nem CDU nem PS, ACORDA!!!!

Anónimo disse...

....

É, pois, com muita Alegria e com uma renovada ssperança em Portugal que eu, cidadão irrelevante de Portugal, reforço aqui, ali e em toda a parte o meu apoio total e incondicional à candidatura do Doutor Fernando Nobre à Presidência da República Portuguesa nas eleições que terão lugar no início do próximo ano. Com um Abraço do tamanho dos Mundos.
Viva a Liberdade !
Viva o Povo Português !
Viva o Presidente Fernando Nobre !
Viva Portugal !

Comporta Opina disse...

Amigo "Luis"?
A nós através deste blog, compete-nos a divulgação e denúncia dos problemas e virtudes ocorridas na Freguesia, entre outros assuntos.
Por isso porque hei-de acordar?
O Comporta-Opina não pertence a nenhum partido, e deve ser o que sempre foi e vai continuar a ser.

Cumprimentos,
Carlos Cordeiro

Anónimo disse...

De Ester Margarida Nunes a 20 de Fevereiro de 2010 às 21:58

Fiquei muito contente com a sua candidatura!! Há umas semanas atrás reflectia sobre quem seria o meu candidato ideal... alguém que fosse verdadeiramente inspirador, que fosse uma referência maior. Alguém que não tivesse criado ilusões, que não tivesse dado desilusões e que pudesse unir o país, independentemente das ideologias e o Fernando Nobre foi a pessoa em quem eu pensei, sem dúvidas. Quando soube da sua candidatura fiquei perplexa, nunca pensei que aquele desejo se tivesse tornado realidade.

http://fernandonobre.blogs.sapo.pt/19273.html#comentarios

Anónimo disse...

"Sugiro que nos libertemos das correntes partidárias, as quais asfixiam a democracia, limitando a participação dos cidadãos independentes.
Sugiro que pensemos pela própria cabeça.
Sugiro que mostremos um cartão vermelho aos políticos profissionais, que nunca fizeram nada na vida porque nada mais sabem fazer do que viver (bem) à custa dos contribuintes. Já basta de candidatos "mais-do-mesmo".
Sugiro que apoiemos um homem Nobre, um cidadão com que aqueles que precisam sempre puderam contar.
Eu sei que posso contar com ele. Ele pode contar comigo e com o meu voto.
Sugiro que visites o site da sua candidatura:

http://www.fernandonobre.org/

Carlos Madeira disse...

Amigo "Luis"?
A nós através deste blog, compete-nos a divulgação e denúncia dos problemas e virtudes ocorridas na Freguesia, entre outros assuntos.
Por isso porque hei-de acordar?
O Comporta-Opina não pertence a nenhum partido, e deve ser o que sempre foi e vai continuar a ser.

Cumprimentos,
Carlos Cordeiro

O quê?!
Mas, há uns tempos o amigo Carlos postou o seguinte:

"...É com prazer que informamos que a voz do Bloco não se faz ouvir só na Assembleia de Freguesia!
Ontem, dia 10, fomos visitados por mais de 100 pessoas.
Ontem, dia 10, ultrapassámos as 5000 visitas.
Isto prova que, embora nos mandem calar, embora a nossa voz incomode muita gente, estamos cá para falar e fazer chegar a nossa opinião a cada vez mais pessoas!
Mas também estamos cá para dar voz aos outros e respeitar a opinião de cada um, como temos vindo a fazer.
Estamos cá para lutar pelos interesses da Comporta, doa a quem doer!..."

Estarei equivocado?
Afinal, mudou de ideias?!

Comporta Opina disse...

Ao Sr. Carlos Madeira

"...É com prazer que informamos que a voz do Bloco não se faz ouvir só na Assembleia de Freguesia!
Ontem, dia 10, fomos visitados por mais de 100 pessoas.
Ontem, dia 10, ultrapassámos as 5000 visitas.
Isto prova que, embora nos mandem calar, embora a nossa voz incomode muita gente, estamos cá para falar e fazer chegar a nossa opinião a cada vez mais pessoas!
Mas também estamos cá para dar voz aos outros e respeitar a opinião de cada um, como temos vindo a fazer.
Estamos cá para lutar pelos interesses da Comporta, doa a quem doer!..."

Senhor Carlos Madeira, não sei quem é, mas gostaria de o conhecer. Quanto ás palavras deste texto, mantenho-as sem alterar uma vírgula!
O facto de eu ser do Bloco, não faz de mim um “boneco articulado”.
Penso pela minha cabeça, tenho as minhas convicções e não aceito manipulações quanto ao conteúdo dos textos publicados no Comporta
Opina.
Fui acusado de coisas que não aceito.

Quando certas pessoas usam os outros e os meios disponíveis para travarem “batalhas pessoais”, e quando, essas mesmas pessoas entram num tipo de política em que a mediocridade impera(seja BE,CDU,PS,etc…), não posso pactuar com tal.
Sem querer ensinar nada a quem em principio, deveria saber mais do que eu, a politica não se faz com baixeza e ataques ridículos, que tem de tudo, menos de política!
Se há pessoa que nos últimos tempos deu a cara pelo Bloco de Esquerda na Comporta, eu fui uma delas!
Nunca usei a politica para beneficio próprio, nem para atingir determinados fins!
Nunca ninguém me beneficiou em nada, nem no campo profissional, nem com favorecimentos de qualquer género.
E não admito, nem acredito, que as pessoas se aproveitem dos outros enquanto dão jeito, e depois os rejeitem como se fossem um produto descartável.
Carlos Cordeiro

Anónimo disse...

È com grande tristeza que vejo como a maioria das pessoas utilizam a politica para atigirem certos fins , que são capazes com esforço proprio. È por isso que nunca vamos chegar mais alto. Se todos os elementos que fazem parte da junta de freguesia se vissem como colegas unidos a lutar por uma unica causa, que é defender s interesses da freguesia, mas faze-lo com transparencia e honestidade estava-mos todos muito melhor. Pensem nisso e talves um dia consigam!!!!!!!!!!!